quarta-feira, outubro 06, 2010

"O que é o poema? Ele é uma flor que não morre. É uma flor que não murcha. Uma flor que não tem perfume e que desabrocha em alguma parte alguma da vida."

Ferreira Gullar

[Revista BRAVO! Outubro/2010, em matéria assinada por João Barile]

Um comentário:

Dorot disse...

"(...) e as pedras e as nuvens e as árvores
no vento
mostravam alegremente
que não dependem de nós."

Maranhense...fiquei grata por Em Alguma parte alguma...e enquanto isso o poeta estava em parte alguma...rendeu um suculento lirismo.